Swingers do Brasil
Assine o SB

O que acontece com o pênis quando o homem bebe?

O que acontece com o pênis quando o homem bebe?

Para muitos homens, consumir bebida alcoólica é quase um protocolo a seguir na hora de se relacionar sexualmente.

É verdade que o álcool pode contribuir muito para diminuir a timidez e ajudar na descontração. Mas será que consumir álcool sem moderação pode valer a pena no final da noite?

Álcool e sexo

Ajuda para entrar no clima

As bebidas alcoólicas realmente podem ser muito estimulantes e contribuir para esquentar o clima a dois. Mas é preciso prestar atenção ao próprio nível de tolerância, pois o efeito pode ser o oposto.

Cada um agüenta certa quantidade. “Há quem tome duas latas de cerveja e fique bêbado. Outros precisam multiplicar essa dose para sentir algum efeito. Isso por conta das enzimas que cada um tem para processar a bebida no fígado”, comenta o urologista da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) Alex Meller.

Diminuição do prazer sexual

O prazer sexual depende de uma série de estímulos psicológicos e físicos.

Mas quando o consumo de álcool é elevado, o organismo precisa parar muitas funções para digerir a bebida.

Assim, fica muito mais difícil para o corpo “dar atenção” à excitação, o que dificulta desde a ereção até a obtenção do orgasmo.

“A verdade é que essa substância é muito agressiva para o corpo. E quando o limite é ultrapassado, acontece uma espécie de pane no sistema e algumas pessoas chegam até a desmaiar”, afirma o especialista.

Dificuldade com a ereção

Apesar da queda forte de libido, este efeito é menos evidente para a(o) parceira(o). Por isso, a dificuldade em ter ou manter a ereção costuma ser o maior problema.

O urologista explica que a ereção pode até acontecer, por se tratar de estímulo físico, através do tato.

“Mas, embora muitos homens tenham a ereção preservada, muitos passam por dificuldades de ejaculação, por se tratar de um estímulo do cérebro, que no momento estará comprometido administrando a bebedeira”, comenta Alex.

O problema não é a ereção em si, mas, sim, sua qualidade, que pode acabar não sendo tão boa. “A liberação de hormônios é comprometida, muitas vezes, pelo excesso de adrenalina no corpo. Inclusive muitos homens acabam ficando ansiosos com a situação, o que dificulta ainda mais a relação sexual”, fala Alex.

O efeito do álcool sobre a qualidade do sexo pode afetar homens de qualquer idade, mesmo os mais jovens, aos 20 e poucos anos.

É possível reduzir o prejuízo?

Quem intercala álcool e água pode retardar alguns sintomas. Isso porque um dos principais malefícios da bebida excessiva é a desidratação dos órgãos, como cérebro, intestino, rim e afins.

“Com água como aliada, é possível retardar a pena no organismo. Mas vale lembrar que, se beber além da conta, talvez nem isso possa ajudar”, diz o médico.

Conseqüências na vida sexual em longo prazo

A bebedeira, além de ser prejudicial para a saúde no geral, pode causar dependência e comprometer a vida sexual do homem ao longo dos anos.

Isso porque o bebedor crônico tem grandes chances de ter problemas no fígado, e isso dificultar o processamento de hormônios como a testosterona – um dos principais componentes ligados ao prazer sexual.

“A partir de problemas no fígado, o organismo começa a produzir menos testosterona pela dificuldade em metabolizá-la”, garante o médico.

Comentários:
Crie seu perfil para comentar esse artigo.
Voltar a página anterior

Sobre Sobre
Apresentação do Swing
Torne-se um Parceiro Swing
Fale Conosco

Conteúdo exclusivo Conteúdo Swing exclusivo
Anúncios Swing
Vídeo Conferência
Meu Perfil Swing

Swing Brasil | Swingers do Brasil - www.swing.com.br 2017
swing . swing brasil . swingers . site de swing . troca de casais

Cadastre-se

 

Assinantes