Swingers do Brasil
Assine o SB

Pílula do Dia Seguinte: Como Funciona e Efeitos Colaterais

Pílula do Dia Seguinte: Como Funciona e Efeitos Colaterais

Pílula do dia seguinte consiste no remédio que as mulheres tomam para evitar a gravidez. Deve ser tomada no máximo 72 horas após a relação sexual. Custa R$ 20, aproximadamente. Polêmica, gera discussões que chegam a fazer parte inclusive das pautas da igreja católica. Produto moderno repleto de inseguranças, em principal quanto à eficácia ou às questões éticas, veja neste artigo como funciona e quais efeitos colaterais da pílula do dia seguinte.

O que é a Pílula do Dia Seguinte?

Nos dias de hoje, existem dois tipos comuns de pílula do dia seguinte. O primeiro, e mais popular, está nos dois comprimidos, nos quais um deve ser tomado logo após a relação e o outro depois de 12h.

O segundo formato popular da pílula do dia seguinte é composto por dose única, consumida em até 3 dias após o relacionamento sexual. Independente da forma do remédio, uma regra é básica: a eficácia do efeito diminui quanto maior o tempo de demora ao consumo.

Como Funciona?

A pílula do dia seguinte tem substâncias que atuam no sentido de bloquear qualquer efeito que gere ovulação. Neste sentido se convém afirmar que apenas funciona se a mulher não tiver ovulado. Tal medicamento impede com que o óvulo seja liberado e gere fertilização.

De acordo com o doutor Dráuzio Varella, este remédio não deixa o endométrio gravídico se formar, ou seja, a camada do útero que recebe o óvulo a ser fecundado, o que por consequência auxilia no processo de menstruação.

Efeito Abortivo da Pílula do Dia Seguinte

Cientistas não concordam entre si ao afirmar que a pílula do dia seguinte se trata de um remédio abortivo. A grande parte concorda que não e por este motivo tal medicação está à venda nas drogarias, legalmente, sem necessidade de receita médica.

Aos olhos da ciência, o processo de fecundação ainda não ocorre de modo definitivo com a ação da pílula, visto que o remédio atua para dificultar o contato dos espermatozoides com o óvulo. Detalhe, se o óvulo estiver implantado, a pílula não tem efeito algum na prevenção da gravidez.

Pílula do Dia Seguinte ou Camisinha?

Mulheres que pensam em trocar a camisinha pela pílula do dia seguinte não devem proceder desta maneira. Na prática, ela precisa ser tomada apenas quando o método contraceptivo falhar, como no caso do preservativo estourar, por exemplo.

Sem contar que além do preço ser mais caro, o constante uso traz efeitos colaterais severos. Por fim e mais importante, este remédio não tem poder de proteger o organismo contra doenças transmissíveis sexualmente.

Pílula do Dia Seguinte e Aparelho Reprodutor

Ao contrário do que parte das estimadas leitoras podem pensar, existem chances de mulheres engravidarem, mesmo tomando a pílula do dia seguinte, conforme as indicações da bula do remédio ou dos farmacêuticos. Todos os métodos trazem falhas e com este não é diferente.

O importante é diminuir os fatores de risco, como tomar outra medicação junto com a pílula ou consumir após expirado o limite de tempo pós-sexo.

Tempo de Proteção

A pílula do dia seguinte apenas funciona para evitar a gestação do relacionamento que aconteceu antes do seu consumo. Neste sentido, mulheres não ficam protegidas para novas atividades sexuais até o momento da menstruação. Na prática, não é recomendável fazer sexo sem preservativo no prazo de efeito do medicamento, ou seja, até ocorrer o próximo sangramento.

Tempo de Efeito da Pílula do Dia Seguinte

Não se pode ignorar que quanto menor o prazo em que a pílula for tomada, maiores são as chances de evitar a gravidez. Especialistas indicam que consumir antes de 24h pós-sexo faz o risco de engravidar ficar em 5%, desde que as recomendações gerais da bula sejam seguidas perfeitamente. Ao esperar por dois dias o índice sobe à casa de 15%, evoluindo para 40% no dia anterior.

Pílula Não é Brinquedo

Especialistas indicam que a pílula do dia seguinte deve ser tomada apenas nos casos de emergência, ou seja, quando outros métodos anticoncepcionais deixam de funcionar. Usada também nos casos em que mulheres sofrem violência sexual. Quando seu consumo vira rotina, não apenas o remédio perde a eficácia como também aumentam as chances de problemas permanentes impedirem a futura gestão desejada.

Efeitos Colaterais da Pílula do Dia Seguinte

A pílula do dia seguinte está repleta de efeitos colaterais que podem danificar a saúde da mulher. O principal se encontra no ciclo de menstruação, com chances de ficar alterado, prejudicando inclusive a ovulação. Por causa do desequilíbrio que proporciona ao corpo, fica impossível das mulheres saberem quando ocorre o próximo sangramento. Dor de cabeça, náuseas, vômitos, diarreias, dores abdominais, hipersensibilidade nos seios e cansaço excessivo também podem ocorrer.

Vômitos e Diarreias

Outros tipos de efeitos colaterais comuns da pílula do dia seguinte se encontram nos vômitos e nas diarreias, com chances de acontecer principalmente nas duas primeiras horas após o consumo. Por este motivo, as mulheres que sofrem com um organismo sensível devem consultar médicos antes de escolher o remédio para evitar gravidez.

Contraindicação

Existem contraindicações da pílula do dia seguinte que precisam ser feitas de modo correto para evitar as chances do remédio falhar. Por exemplo, é necessário não tomar bebida alcoólica até acontecer a próxima menstruação, visto que o álcool prejudica no desempenho da fórmula. Mulheres obesas mórbidas, que sofrem de hipertensão ou qualquer doença sanguínea, não devem tomar por causa da mudança de comportamento dos hormônios. E atenção! Consumir pílula do dia seguinte de modo repetitivo faz com que a mesma perca o efeito no organismo.

Pílula do Dia Seguinte nos Postos Públicos

A pílula do dia seguinte se encontra disponível nos postos públicos, gratuitamente. Por esse motivo, pessoas sem dinheiro sobrando para comprar tal medicamento podem conquistar de graça, sem necessidade da receita médica. O próprio médico ou enfermeiro fornece o remédio e ainda sugere uma conversa posterior para saber se este não é único método contraceptivo usado pela mulher.
Fonte: irresistivel

Comentários:
Crie seu perfil para comentar esse artigo.
Voltar a página anterior

Sobre Sobre
Apresentação do Swing
Torne-se um Parceiro Swing
Fale Conosco

Conteúdo exclusivo Conteúdo Swing exclusivo
Anúncios Swing
Vídeo Conferência
Meu Perfil Swing

Swing Brasil | Swingers do Brasil - www.swing.com.br 2017
swing . swing brasil . swingers . site de swing . troca de casais

Cadastre-se

 

Assinantes